Publicado por: bcnh | 15/11/2010

No RIO DE JANEIRO

11 de Novembro de 2010! Esse foi “o dia”. Dia de coisas inusitadas e grandiosas para mim. A começar pela minha ida ao Rio de Janeiro, pela primeira vez, sozinha e com chuva (rsrsrs).

Pois é, estas últimas semanas tem sido repletas de novidades.

No dia 07/11 fiz a prova (de novo) do concurso da prefeitura, passei de novo, agora só resta saber a minha classificação. No dia 10/11 embarquei em Varginha (de ônibus mesmo) para o Rio de Janeiro… Chuva que não acabava mais, e não acabou. Cheguei lá às 04:55 hs da manhã, permaneci no Terminal Rodoviário até às 06:30 hs, depois peguei um ônibus e fui para a Biblioteca Nacional.

Como ainda estava fechada tentei dar umas voltas pelo quarteirão, mas foi impossível (chovia demais), então, encontrei uma vendedora de sombrinhas (que é de Governador Valadares mas já reside no Rio há mais de 30 anos), comprei uma e dei a volta no quarteirão, tomei café e voltei para a recepção da Biblioteca.

Às 08:15hs os portões do jardim se abriram e pudemos entrar, as primeiras coisa que avistei foram: um tapete e uma jaca, enormes!

Tapete do auditório externo

Jaqueira carregada

Brincadeiras à parte, essa apresentação do meu trabalho na Biblioteca Nacional foi um dos mais importantes, se não o mais importante evento que já participei.

Estiveram reunidos desde o dia 09/11/2010, nomes como o de Muniz Sodré – Presidente da Fundação Biblioteca Nacional; Adair Leonardo Rocha – Ministério da Cultura – RJ; Maria Elvira Charria Villegas – CERLALC (Centro Regional para el Fomento del Libro en América); Fabiano dos Santos  – DLLL/MinC (Diretor do Livro e da Leitura do MinC); José Castilho Marques Neto – PNLL (Plano Nacional do Livro e Leitura); Ilce Cavalcanti – CGSNBP/FBN – (Coordenadora Geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas), entre dezenas de outros nomes ilustres da Cultura Brasileira, especializada em Bibliotecas Públicas.

Fiz a apresentação do meu trabalho cujo tema principal foi: Diversidade Sociocultural – Subtema: Usuários, no dia 11/11/2010 às 15:30 hs.

De manhã ouvimos palestras sobre Tecnologia da informação e comunicação diretamente do Sr. José Emir Suaiden – Diretor do IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia) e também ficamos conhecendo o Resultado do censo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) sobre as Bibliotecas Públicas do Brasil, apresentado pelo Sr. Carlos Augusto Costa.

José Emir Suaiden - Ao centro

Esse foi um momento de grande tensão devido a antipatia das bibliotecárias e superintendentes presentes com a maneira com que foi feita essa pesquisa e, especialmente com o resultado dela. Eu e o Sr. Pedro, da Superintendência de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais, assim como a maioria dos presentes ficamos surpresos com a coragem da bibliotecária de Brasília, quando ela disse que: “A pesquisa foi um deserviço para as bibliotecas públicas.”

Carlos Augusto Costa - FGV

Por causa da polêmica e dos inúmeros comentários nessa apresentação, as palestras da tarde  se atrasaram e o almoço também (único horário que eu teria para dar uma voltinha, e não pude).

Após o almoço apresentaram seus trabalhos sobre os usuários: Alexsander  (Rio Grande do Sul), Renata e Luciana (Espírito Santo), Maura (Rio de Janeiro), Elizeti (Espírito Santo), Maria e Tatyanne (Rio de Janeiro) e eu (Minas Gerais).

A maioria das apresentações relatavam os resultados de pesquisas e de atividades realizadas com os usuários nas suas localidades, assim como a minha. Fiquei muito lisonjeada com a presença da Coordenadora-Geral do SNBP, Ilce Gonçalves Milet Cavalcanti, que me disse: ” foi muito bom terem escolhido seu trabalho”.

Agora espero que, através desses contatos importantíssimos que fiz lá no Rio de Janeiro, os frutos apareçam e que, se Deus quiser, em breve, a Biblioteca Comunitária será muito mais reconhecida, valorizada e apoiada do que tem sido até hoje.

Eu, Maria da Conceição Moreira Salles e Viviane de Almeida Cataldi

Quero que os leitores do Bairro Novo Horizonte, na cidade de São Gonçalo do Sapucai-MG-Brasil, tenham seu próprio espaço cultural. Para isso, conto com a graça de Deus, primeiramente, que me trouxe até aqui, e com o apoio de entidades e empresas públicas e privadas que valorizam e reconhecem que através da leitura e da cultura é possível transformar uma sociedade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradeço à Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Sapucaí, na pessoa da Patrícia e do Sr. prefeito Dito Cunha,  à ANILAG Indústria e Comércio Ltda e à Auto Peças Fonseca.

Hoje, 07/01/2012, infelizmente ficamos sabendo do falecimento da Conceição Moreira Sales. Mulher à frente de seu tempo, dona de uma visão exemplar a respeito das políticas sociais, em especial a do livro e da leitura. Com pesar me refiro a ela no dia de hoje como sendo uma conterrânea apaixonada pela vida, mas conhecedora na nossa mortal incapacidade. Para conhecer um pouco mais click aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: